Marketing para empreendedores: O tão falado – e mal compreendido – Branding

By  |  0 Comments

Boa tarde, pessoal! Aqui quem vos fala é a Mônica, sócia da Dávila na Immagine. Fui intimada pela Dávila a escrever semanalmente um pouco sobre o nosso maravilhoso universo do marketing com propósito, da publicidade, propaganda, redes sociais… Enfim, sobre nosso universo Immaginético.

Então, vamos começar esse novo desafio com o tão falado – e mal compreendido – Brading.

Por aqui, gostamos de descomplicar. Por isso, vamos resumir: branding é gestão de uma marca. Essa é a descrição básica do branding, para quando você ficar em dúvida. Agora imagino que esteja pensando: mas por que branding é tão importante pra minha empresa?

DIY Genius

Você já parou para pensar sobre o que faz uma marca ser mais lembrada do que outra? Por que nós temos a sensação de que algumas marcas são insubstituíveis quando elas produzem coisas muito similar aos dos seus concorrentes? Bem, posso lhe garantir que o trabalho de Branding está envolvido nisso.

Você pode considerar parte do Branding todo o trabalho realizado com o objetivo de tornar a sua marca mais conhecida, mais desejada, mais positiva na mente e no coração dos seus consumidores. O Branding é seu DNA! Envolve desde a concepção da marca até as ações cotidianas de marketing da empresa. Construir o branding da sua empresa é muito relativo, pois as ações que você começar a fazer agora, vão começar a ser sentidas provavelmente algum tempo depois. O branding é o que faz a sua marca se tornar forte e conhecida. E isso não acontece da noite pro dia, certo?

Mestre do Adwords

Mas como fazer um planejamento de branding para minha marca conquistar o coração e mente dos meus clientes?

Antes de tudo: estude! Conhecer profundamente sua empresa é essencial para chegar lá. Comece fazendo uma análise SWOT (convide seus colaboradores a responderem o questionário também, o resultado é surpreendente) bem verdadeira, analisando e vendo sua empresa por outros olhos.

(Vamos falar sobre análise SWOT na próxima semana).

Depois, você precisa saber que os principais defensores da sua marca devem ser as primeiras pessoas a ter contato com ela, ou seja, SUA EQUIPE! O Branding faz o cliente, os colaboradores e todos os envolvidos com a marca sentirem a sua essência. Ele é profundo e está relacionado com a cultura organizacional e as estratégias do negócio. De certa forma, o branding mostra quem a empresa é, o que ela pensa, sente e qual é o seu propósito.

social marketing fella

Dentro do branding, temos algumas análises:

– Elementos:

  • O nome da empresa;
  • Seu logotipo;
  • O slogan;
  • A forma e o tipo de letras escolhidos para os anúncios e apresentações.

– Mídias:

  • Materiais de marketing;
  • Sites corporativos;
  • Blogs;
  • Redes Sociais, etc.

O conjunto de ações de branding também poderá ser utilizado em promoções e diferentes formas de divulgar a empresa e sua imagem. Como explica ESSE ARTIGO do Blog Marketing de Conteúdo, dentro de sua empresa, você pode perceber que sua marca está bem conhecida, reconhecida e absorvida através de elementos como:

  • Conhecimento: o quanto as pessoas entendem os valores e objetivos da sua marca.
  • Proteção: o quanto ela está protegida de diversas maneiras.
  • Comprometimento: o quanto a empresa se compromete com o que a marca defende.
  • Capacidade de adaptação: o quanto a marca está alinhada ao mercado.

Em relação aos fatores externos, ou seja, falando sobre a percepção das pessoas acerca da sua marca, podemos listar os seguintes elementos como decisivos para a avaliação do seu trabalho de Branding:

  • Autenticidade: sua marca precisa ter valores claros
  • Relevância: ela precisa provocar mudança na vida das pessoas
  • Diferenciação: ela precisa se distinguir claramente da concorrência
  • Presença: ela precisa estar presente  nos locais certos, nos momentos certos e nas situações certas
  • Entendimento: as pessoas precisam entender a que você veio
  • Consistência: a sua marca precisa atender as expectativas

Como falamos lá em cima, se o branding é o DNA da sua empresa, isso significa que, mesmo quanto suas campanhas mudarem, você fizer ações sazonais e promoções, algo do seu DNA estará presente em tudo isso. O branding é quase como o “caráter da sua empresa”.

Pense há quanto tempo a Coca-Cola trabalha no conceito de “compartilhar a felicidade”. Dentro deste mote, já existiram diversas campanhas, diversas maneiras diferentes, mas aquilo permanece.

Deu pra entender?

Se você se interessou, dê uma olhada nos link’s abaixo para conhecer mais ou venha tomar um café conosco (convite real oficial, hein? Eu amo café) para falarmos sobre o branding da sua marca!

http://exame.abril.com.br/blog/branding-consumo-negocios/a-eterna-desafiante-a-estrategia-que-levou-a-apple-a-se-tornar-a-apple/

http://www.ideiademarketing.com.br/2012/04/26/walt-disney-o-exemplo-mais-bem-acabado-de-alguem-que-ousou-sonhar/

https://www.desencaixa.org/single-post/2017/04/05/Marketing-e-Branding-tudo-junto-e-misturado-como-um-caso-de-amor

http://www.espm.br/download/Anais_Comunicon_2014/gts/gt_seis/GT06_CHIRLES_OLIVEIRA.pdf

 

 

Beijo e até a próxima!

Uma menina do interior apaixonada pela comunicação. Trabalhando na área desde 2007, mora em Luís Eduardo Magalhães e é sócia da Immagine junto com a Dávila. Apaixonada pela filha e pelo trabalho, vive seu melhor momento. É fã de literatura, pessoas, cinema, música e internet.