FOTOGRAFIAS INSTANTÂNEAS

By  |  0 Comments

Popularmente conhecidas por “polaroides”, as fotografias instantâneas são a mais pura e honesta forma de se fotografar: não há a possibilidade de editar no Photoshop, usar filtros ou qualquer ferramenta para tentar “melhorar” a foto. É somente apontar a câmera, apertar o clique, aguardar alguns segundos para a foto sair e mais alguns até ela se formar por inteira. Terminado o procedimento, você terá em suas mãos a foto em seu estado mais puro, mais bruto e, em minha opinião, mais bonito.

Antes de comprar a nossa câmera, eu sentia uma leve insegurança por pensar que era somente saudosismo e que logo ela estaria guardada no fundo de um armário. Mas me enganei completamente. É muito prazeroso pegar o filme preto e vê-lo tomando formas, silhuetas e cores até ser processado por completo. E acho que essa é a magia da polaroide: tê-la em suas mãos.

Mesmo com algumas limitações técnicas, é possível brincar e experimentar com as opções da câmera, como modos mais brilhantes, mais escuros e até um pequeno espelho para tirar “selfies”.

 

Porém, nem tudo são flores. A dificuldade em ter acesso a essas câmeras e o preço são os maiores problemas. Nas lojas virtuais do Brasil pode ser mais fácil adquirir uma, porém o preço é muito inflacionado. Em lojas estrangeiras, dependendo da cotação do dólar, é possível comprar uma por um preço mais confortável (até mais barato do que comprar no Brasil!), mas, em contrapartida, a entrega é muito mais demorada.

Com a tecnologia cada vez mais avançada, facilitando o acesso à fotografia e fazendo do ato de fotografar uma atividade comum no cotidiano da maioria das pessoas, fica a dica das fotos instantâneas, que trazem de volta, além da nostalgia, a essência e o verdadeiro valor que as fotografias possuem: guardar momentos para sempre.

Apaixonada por gatos, maquiagem e tintas de cabelo. Fanático por cinema, música e futebol. Fotógrafa por natureza, escritor por ousadia. Minas Gerais e Bahia em uma só moeda, um só coração.