Dieta ou Reeducação Alimentar?

Quando a gente pensa em dieta, sempre vem à cabeça: “Poxa, não gosto de dieta. Vou ter que ficar sem comer isso ou aquilo!”. Realmente a palavra dieta está associada a uma ideia de algo difícil de se colocar em prática. Tudo fica mais fácil quando se trata de uma reeducação alimentar, afinal as mudanças não são tão drásticas!

Foi pensando em melhorar minha saúde e descobrir um universo diferente que mudei alguns hábitos na minha alimentação. Por trabalhar com minha imagem e por ter sido Miss, cuidar do corpo sempre foi importante e essencial para mim, então comer bem (mesmo não gostando muito de salada e frutas) e praticar atividades físicas era algo necessário.

Depois do Miss Brasil, acabei me descuidando bastante, comendo muita porcaria, deixando a academia um pouco de lado, maasss 2017 chegou com tudo para mudar isso!!!

Eu precisava de um estimulo, de um objetivo, uma meta, porque apenas querer uma barriga sequinha e um corpo definido não estava sendo suficiente pra eu entrar na linha. Foi assim que surgiu uma ideia:

Montei um projeto com minha irmã, que também compartilhava do mesmo objetivo que eu (emagrecer) e vou falar um pouquinho dele aqui pra vocês.

Pra começar o nome do projeto é SEND. Send de “enviar” em inglês, Patrícia?? Não né gente, é SEND de Senta E Não Dobra rsrsrs. Fizemos umas regrinhas básicas para melhorar nossa saúde. Vou falar elas aqui pra vocês.

  • Tomar um copo de água com limão em jejum (é preciso cuidado por que o limão em excesso pode fazer com que a pressão caia)
  • Ingerir 2 litros de água por dia (isso foi muito difícil pra mim no começo)
  • Proibido refrigerante (a gente sabe que faz mal, mas insiste em tomar esse trem, né?)
  • Proibido comer doces durante a semana – é permitido apenas 1 (uma) vez no final de semana.
  • Apenas um carboidrato no dia, de preferência no almoço (legumes e frutas estão liberadas, lembrando que devemos evitar frutas no período noturno)
  • No almoço e jantar, pelo menos dois tipos de salada
  • Praticar atividade física pelo menos 03 vezes na semana

Enfim, essas são nossas regrinhas, que nos ajudam  a criar hábitos diferentes e saudáveis.

Mesmo fazendo isso há pouco tempo, já sinto uma diferença muito grande no meu corpo. Quem me conhece sabe que sou uma formiguinha, e tenho conseguido me controlar muito bem quanto à vontade de comer doces. Substitui o tão desejado chocolate por doces fits, como creme de abacate, bolos à base de aveia, entre outras opções.

Fique ligado aqui no Blog! Nas próximas postagens vou dar dicas de algumas receitas fitness pra vocês.

Olhem algumas fotos de comidas saudáveis que sempre incluo no meu cardápio:

Segue lá no Instagram também pra acompanhar minha rotina!

Beijo e até a próxima, galera!

 

Entrevista com a Miss Bahia 2015, Patrícia Guerra

Nós recebemos a linda, inteligente e simpática Miss Bahia 2015, Patrícia Guerra, para uma entrevista exclusiva sobre o concurso, seus planos e expectativas. Ela nos contou sobre sua história, fé e planos com muita emoção.

Vamos saber o que tem a dizer essa miss trilíngue, com espanhol fluente e inglês intermediário, e muito amor no coração?

Nós com a Miss Bahia 2015

Mônica: Como é a sensação de portar a faixa de Miss Bahia 2015? Já caiu a ficha?

Não, a ficha ainda não caiu! risos Agora que estou morando em Salvador para me preparar para o concurso Miss Brasil é que a ficha está começando a cair. A sensação é maravilhosa e a emoção é muito grande! É uma grande sensação de dever cumprido. Me preparei tanto para essa conquista, me doei tanto à esse sonho, que saber que valeu a pena e consegui atingir meu objetivo é muito gratificante.

Mônica: Em 2013 você ficou em segundo lugar no Miss Bahia. Como foi receber esse resultado e decidiu que iria se preparar para tentar novamente?

Em 2013 eu fui muito confiante para o concurso. Era meu primeiro concurso estadual e as pessoas me falavam “você vai ganhar”, “a coroa é sua” e essas mensagens entraram na minha cabeça e foram ficando lá. Pra mim estava certo que eu ganharia. E ficar em segundo lugar, ter estado tão perto do meu objetivo, foi uma decepção muito grande na época. Eu chorei muito! Mas muito mesmo. Foi só o tempo de sair da frente das câmeras que comecei a chorar e não parei mais.

Foi só depois que eu parei pra pensar no que aconteceu. E voltando pra casa, no outro dia, recebi o convite para representar a Bahia no concurso Miss Brasil Latina. E fiquei realmente na dúvida. “Será que vou?”, “Será que continuo nessa vida de miss?”. Por ter estado tão perto e não ter conseguido, comecei a me questionar. “Será que tenho capacidade?”. Então procurei orientação com outras pessoas, como a Gabriela Rocha que, na época, era da coordenação do Miss Bahia e também havia participado do Miss Brasil Latina, que me confirmou a credibilidade e qualidade do concurso do Fernando Bandeira. E com o apoio da minha família, topei o desafio e me apaixonei, definitivamente, em ser miss. Consegui ganhar o concurso nacional, me tornei a Miss Brasil Latina 2014, tive uma experiência internacional por conta disso, representando nosso País lá fora, e isso me fez gostar cada vez mais dos concursos de miss.

Foto: Uaumais

Então posso dizer que foi em 2013 que decidi que meu sonho era ser coroada Miss Bahia e que eu iria atrás disso até quando pudesse. Costumava dizer que tinha mais 05 anos para tentar conquistar esse título (quando atingiria a idade máxima para participar do concurso), mas não precisei usar todos os anos! Risos

Dávila: E como foi o momento da coroação?

Foi inesquecível. Eu olhei pra frente e vi minha família pulando e vibrando comigo. Só via braços pra cima e, de longe, sabia que era eles. Algumas misses foram me abraçar e outras não, mas sei que as que foram estavam lá de coração e pra mim é isso que realmente vale! E logo depois as pessoas começaram a tirar fotos e me parabenizar e fiquei até 03h recebendo esse carinho todo.

Mônica: Amizade entre misses existe ou é lenda?

Existe sim!  As amizades que fiz através dos concursos são genuínas. Antes mesmo de ir pro Miss Bahia 2015 recebi diversas mensagens de meninas que participaram de outros concursos comigo e que estavam torcendo por mim e me apoiando.

No Miss Bahia 2015, tive mais proximidade com as misses Guanambi, Nazaré e Porto Seguro. Eu e a Miss Guanambi morávamos longe da capital e tínhamos que ir várias vezes antes do concurso para Salvador, cumprir a agenda de eventos. Então combinávamos de ficar no mesmo hotel, dividir quarto, táxi… Fiz amizade também com a Miss Nazaré que morava perto do hotel e com a Miss Porto Seguro, que sempre me passou uma energia muito boa.

E quanto eu estava lá no TOP 2, esperando do lado dela anunciarem a vencedora, senti uma paz incrível, que ela me transmitia. Eu olhava no olho dela e sabia que iria ficar feliz, se fosse eu ou se fosse ela. Então sei que é uma pessoa que vou levar para o resto da vida.

Siga também a Paty no Snapchat

Mônica: Paty, apesar da sua experiência, você ficou nervosa durante o concurso?

Em todos os meus concursos eu fazia o sinal da cruz antes de entrar no palco e falava com Deus, para me dar forças e deixar calma. Antes de entrar no palco do Miss Bahia 2015 eu estava muito nervosa, tremendo e sentindo frio. Aí fui para um cantinho, sozinha, e fiz a oração de São Bento. Naquele momento já senti uma grande calma, passou frio, passou tudo. Acredito muito em Deus e isso me fortalece. Na minha oração pedi para que ele me desse tranquilidade e que, se eu chegasse ao TOP 5, que ele colocasse as palavras na minha boca. E sinceramente foi o que aconteceu.

Dávila: Você é religiosa Paty?

Sim, sou católica e tenho muita Fé. Antes do concurso Miss Brasil Latina, fui à Igreja Santa Rita de Cássia em LEM e fiz o pedido para ganhar o concurso. O padre abençoou meu pedido e quando meu pedido foi realizado, voltei para agradecer e levei rosas. No Miss Bahia não consegui ir, mas minha mãe foi. E também voltei para agradecer levando rosas e nessa missa o padre pediu se alguém havia levado rosas para Santa Rita de Cássia, e apenas eu estava com elas. Ele abençoou minhas rosas que foram entregues às pessoas que tinham algum tipo de enfermidade para curar a doença. Então, acredito sim em Deus e essas coisas me fazem ter ainda mais fé.

Dávila: Que balanço você faz dessa primeira semana como Miss Bahia e quais suas expectativas para os próximos meses?

Desde que eu fui coroada até agora eu estou vivendo um conto de fadas. Apesar de acordar cedo e ter uma agenda bastante corrida, está tudo maravilhoso. As pessoas me reconhecem na rua e são muito carinhosas.

Neste último domingo (26) vim morar em Salvador, onde vou cumprir uma agenda determinada pela Band e pela minha coordenação de eventos e preparação. Farei estética, academia e dieta para melhorar meu corpo, além de cuidados com a pele, cabelos e preparação para oratória, foto e vídeo.

Estou morando em um hotel e fico aqui, pelo menos, até o Miss Brasil.

Dávila: Além da sua família e do seu namorado, as pessoas do seu trabalho também te incentivaram?

Com certeza! Eles foram fundamentais nesse processo todo. Eu trabalhei no Hotel Saint Louis por três anos e eles sempre foram muito compreensivos com as viagens para os concursos e compromissos. Agora, morando em Salvador, não tive mais como ficar lá. Mas tenho um carinho imenso por todos, que sempre me acolheram e apoiaram muito. Semana passada voltei lá para rever meus colegas de trabalho e recebi muitas mensagens de carinho e apoio. Vou sentir saudade!

Foto: Eliana Fiuza

Dávila: Em sua opinião, qual é o verdadeiro papel de uma miss e qual é o seu diferencial para conquistar o Miss Brasil?

Acredito que uma Miss é um exemplo para a sociedade. Visitei recentemente algumas escolas em LEM e as crianças me falavam “quando eu crescer quero ser igual você tia”. Então eu me sinto na obrigação de passar um bom exemplo. E como miss não tenho muita autoridade para dizer que vou mudar alguma coisa, mas posso usar minha imagem a favor de causas, entidades beneficentes, etc. Um exemplo foi o NACCI – Núcleo de Apoio ao Combate do Câncer Infantil, que eu e as outras misses visitamos durante o Miss Bahia e que pouca gente tinha conhecimento do lindo trabalho feito lá. É uma ideia na qual acredito. Buscarei melhorar um pouquinho por onde eu passar.

Quando nós fomos ao NACCI, queria postar uma foto com uma frase que falasse um pouco sobre fazer o bem aos outros. E, pesquisando na internet, encontrei essa frase do Benjamin Disraeli. “O maior bem que você pode fazer pelo outro não é somente dividir suas riquezas, mas revelar a ele as dele.” Às vezes a pessoa precisa apenas de um abraço, da riqueza de um sentimento sincero.

Visitando a Escola Gente Grande

Dávila: Você sonhava que essa frase poderia te ajudar a conquistar o título?

Nunca sonhei que a frase fosse me ajudar lá na frente! Mas foi algo que me marcou muito, porque é a mais pura verdade. Ela fez muita diferença na minha vida né? Desde o momento que eu participei do NACCI até a hora de responder as perguntas do TOP 5 e também para orientar o meu reinado com essas palavras.

Dávila: Você tem noção de como será a sua vida durante este ano de reinado?

O objetivo agora é me preparar para o Miss Brasil e lutar para trazer essa coroa para a Bahia! Depois eu ainda não sei como será ou que rumo minha vida vai tomar. Eu tenho um contrato de um ano com a Band e eles que irão me assessorar e orientar nesse tempo todo.

Eu fico muito feliz de poder conhecer um pouquinho mais da cultura de cada lugar onde vou, até mesmo aqui na Bahia, onde cada cidade tem seu estilo, suas tradições e pluralidade

Mônica: Como você lida com as críticas? Você as lê?

Leio sim e tento filtrar algum aprendizado delas. Claro que tem algumas que não me acrescentam nada, mas várias críticas podem ser construtivas. Meu corpo, por exemplo, mudou muito e essa mudança foi incentivada pelas críticas que recebi em 2013. Então busco aprender com elas.

Dávila: Pra finalizar, você quer deixar algum agradecimento?

Quero agradecer a todos que me apoiaram. À você e à Mônica, que foram incríveis pra mim, por todo o apoio cheio de significado e por terem me ajudado. Também ao Pedro e à minha família, mãe, pai, irmã, tios, avó… todos são muito carinhosos e vivem esse sonho comigo. O Pedro nem se fala… Sei que Deus colocou pessoas maravilhosas no meu caminho e o Pedro é uma dessas pessoas. Se eu fosse citar todas as pessoas que me ajudaram, ficaria o dia todo falando. Mas conto com o apoio de todos vocês para o Miss Brasil.

 

ESPECIAL NAMORADO DE MISS

No final da entrevista tivemos a participação especial do Pedro Fagundes, namorado da nossa Miss, incentivador e fã de carteirinha. É comum vermos o Pedro junto com ela em compromissos e eventos, sempre cuidando e apoiando a Paty em tudo. E tínhamos algumas perguntas pra ele também…

Dávila: Como é a vida de namorado de Miss? Você começou namorando uma menina e hoje ela é Miss Bahia! Como é a sensação?

Pedro: Ah, Dávila, é estranho. Risos Principalmente do Miss Bahia pra cá mudou muito, o assédio aumentou, tem muitos compromissos… Antes ela tinha os compromissos na cidade, mas era tranquilo. Agora que ela tem que ir para Salvador vai ser mais difícil. Mas quando se confia em alguém, e eu confio muito nela, acabamos estando preparados.

Mônica: Pedro, porque você acha que a Paty mereceu esse título?

Pedro: Principalmente pela persistência. Ela se preparou muito e desejou muito essa coroa. A melhor coisa que aconteceu foi ela não ter ganho em 2013, pois isso a fez melhorar muito mais e se preparar.

Dávila: Para encerrar a entrevista, Pedro, deixe uma mensagem para Paty…

Pedro: Fiquei sem graça agora. Risos Queria dizer para aproveitar o máximo esse ano de reinado e aproveitar para absorver as coisas boas e entender as críticas. Tirar o que for bom das críticas e nem ler aquelas desnecessárias. Vai ser uma experiência inesquecível, tanto profissional como pessoal. E que eu vou estar do lado dela para o que der e vier. Te amo.

E vocês vão poder acompanhar a Paty aqui pelo blog! Ela vai continuar escrevendo sobre sua rotina e novidades através do Diário de Miss!

Fiquem ligadinhos.

Desfile para Comissão Técnica – Miss Bahia 2015

Bom dia!

Esta quinta-feira (02 de julho) foi um dia muito importante para o concurso Miss Bahia 2015, pois desfilamos para a Comissão Técnica. Esse desfile serve para que sejam feitas análises de corpo, postura e desenvoltura de todas as candidatas para uma pré seleção.

Foto oficial da fanpage Miss Bahia 2015 / sandálias e acessórios @comparatto biquíni @vivabiquinis

Depois desta fase de muitas emoções e ansiedade, fomos a um passeio maravilhoso para conhecer o Museu Casa do Rio Vermelho, a casa onde Jorge Amado morou em Salvador juntamente com sua esposa e também escritora Zélia Gattai. Cada cômodo e cada peça possuem um significado muito grande e foi gratificante poder conhecer um pouco mais da história deste escritor.

Para finalizar esse dia inesquecível, fomos ao Blue Praia Bar onde tivemos algumas dinâmicas com músicas, danças, apresentações e mímicas e, depois da nossa interação, fizemos a votação para escolha da Miss Simpatia.

No Blue Praia Bar
No Blue Praia Bar

Agora é só esperar o próximo encontro e aguentar essa ansiedade que leva o coração a mil! A final do Miss Bahia acontece em 18 de julho!
Beijinhos e até mais.

Meu look!