A internet e os falsos diagnósticos

Informações de saúde, como diagnósticos de doenças e tratamentos, ocupam uma boa parte das pesquisas na internet. E isso é um resultado positivo de como a tecnologia permitiu o acesso à informação, a divulgação de formas de prevenção, de tratamento e de outras informações de saúde. No entanto, confiar apenas em informações sobre suas suspeitas de saúde tendo como base apenas pesquisas em sites pode gerar uma ansiedade desnecessária, além de um diagnóstico impreciso ou errado, por isso o profissional de saúde sempre deve ser procurado.

Para fins de saúde vale a máxima “cada caso é um caso”. O profissional de saúde vai avaliar seu perfil, verificar suas condições e hábitos de saúde, além de outros pontos que irão definir se há um problema de saúde e, principalmente, o tratamento adequado para este problema. Em boa parte dos casos vale a pena reunir informações da pesquisa na internet e levantar dúvidas para levar na consulta clínica. Porém, para muitas doenças, há uma infinidade de informações que podem levar o paciente a crer que se trata de um diagnóstico muito grave ou que o resultado não caracteriza nenhuma necessidade de retorno médico. O autodiagnóstico nunca é a melhor saída.

Diversos estudos já relataram que a busca por sintomas pode até mesmo agravar ou criar sintomas não existentes, já que o corpo reage a situações criadas pelo cérebro. Assim, o impacto psicológico resultante dessa busca pela internet refletia no agravamento de um sintoma detectado pelo paciente. Além disso, existem pessoas que sofrem de hipocondria digital – a cibercondria – que é a tendência em acreditar que possui as doenças sobre as quais leu online.

A cibercondria pode gerar muita ansiedade, conclusões precipitadas e preocupação excessiva, causando prejuízos diversos e piorando o estado geral de saúde do paciente. Além disso, os cibercondríacos geralmente levam em consideração os piores sintomas da busca na internet, já antecipando possíveis diagnósticos sem nenhum critério clínico. Médicos alertam que diversos tipos de doenças podem ter sintomas parecidos, por isso é de extrema importância procurar um profissional de saúde para identificar quais as verdadeiras causas do mal-estar.

Leia este texto e outros textos no site www.kalynemenezes.com.br

{Fitness} Informação & Tecnologia

Matéria publicada na Revista Carpe Diem 17 / Março 2015

Apuramos as publicações que mais deram o que falar nos últimos meses e os aplicativos fitness que de maior popularidade! Vem com a gente e fique por dentro das novidades.

 

LITERATURA 

Bela Cozinha – As Receitas


Autora: Bela Gil

Editora Globo

176 páginas com 50 pratos deliciosos e saudáveis, que fizeram da apresentadora do GNT uma referência quando o assunto é gastronomia.

 

Raio X de Gabriela Pugliesi


Autora: Gabriela Pugliesi

Réptil Editora

Com mais de 550 mil seguidores no Instagram, a blogueira fitness mais conhecida do Brasil ensina como levar uma rotina saudável sem perder a graça da vida, com os treinos e dietas adotados por ela.

 

O Livro do Corpo – Alimente-Se, Mexa-Se, Entenda e Ame Esse Seu Corpo Fantástico


Autora: Cameron Diaz

Editora Paralela

O livro traz dicas da atriz sobre nutrição, exercícios físicos e saúde mental, fundamentadas em informações de especialistas e fatos científicos, mas narrado com as experiências pessoais de Cameron.

 

APLICATIVOS

Runkeeper


Disponível para iOS e Android

Gratuito

É considerado um dos melhores aplicativos para corrida. Ele permite traçar rotas usando o GPS do seu smartphone e exibir dados através de planilhas e gráficos. Também dá para se conectar com os amigos e comparar resultados.

 

Superplayer

Disponível para iOS e Android

Gratuito

Permite escutar músicas de acordo com o humor ou a atividade que está sendo realizada. Uma rádio online com listas feitas por especialistas, classificadas por gênero, atividade e humor. É só dar play!

 

Tecnonutri


Aplicativo

Disponível para iOS e Android

Gratuito

Este assistente pessoal de dieta gerencia sua alimentação e te ajuda a emagrecer com saúde através do planejamento de refeições (com alarmes), meta de ganho ou perda de peso, gráfico de desempenho e diário de consumo nutricional.

 

Já conhece algum? Deixe seus comentários e sugestões para a gente!