O Mágico de Oz: Class prepara espetáculo de dança com apresentações incríveis

By  |  0 Comments

No caminho da estrada amarela, em busca da cidade das Esmeraldas, o espetáculo será apresentado para os pais, familiares, amigos e todos que prestigiam a arte da dança

Estamos quase no finalzinho de 2018 e, se você pensou que a Class não prepararia um espetáculo cheio de magia, está enganado. Com data marcada para o dia 10 de novembro, o espetáculo acontecerá no Quatro Estações Halls e contará com um elenco de mais de 200 bailarinos.  Os dançarinos e dançarinas que estarão presentes no espetáculo já estão afiadíssimos e cheios de vontade de mostrar o que de melhor sabem fazer: encantar.

Como nos anos anteriores, a Class está preparando uma super estrutura. Telões, efeitos de luzes, música, cenários e figurinos impecáveis dão mais vida à dança e garantem que todos que estiverem assistindo ao espetáculo sairão de lá anestesiados.

Na expectativa de receber mais de mil pessoas em seu espetáculo, como tradicionalmente aconteceu em todas as edições anteriores, a Class escolheu como tema uma obra clássica da literatura infantil que já encantou e ainda encanta muitas pessoas pelo mundo todo: O Mágico de Oz.

A obra original

A obra original, datada de 1939, se passa no Kansas, onde a menina Dorothy vive em uma fazenda com seus tios, quando um tornado ataca a região e ela se abriga dentro de casa. Ela e seu cachorro são levados pela ventania e acabam aterrissando na terra de Oz, bem em cima da Bruxa Má do Leste e a matando. Dorothy, então, é vista como uma heroína, mas o que ela quer mesmo é voltar para casa e, para isso, precisará da ajuda do poderoso mágico de Oz que mora na Cidade das Esmeraldas. No caminho, a menina é ameaçada pela Bruxa Má do Oeste, que a culpa por ter matado sua irmã. Dorothy encontra três companheiros: um espantalho que quer ter um cérebro, um homem de lata que sonha com um coração e um leão covarde que precisa de coragem. A dúvida e o grande clímax do espetáculo são: será que o Mágico de Oz conseguirá ajudar a todos eles?

Projeto Social Educando com Arte

O Espetáculo de Ballet da Class marca o encerramento das atividades no final do ano e conta com a participação de todo o elenco artístico da escola. A presença especial e notável do Projeto Social viabilizado pela Class é um dos atrativos de todas as edições do espetáculo.

Nesta edição, o espetáculo contará com a participação especial do grupo de Street Dance e o projeto de bolsistas de ballet clássico da escola. Hoje, a Class atende 50 crianças e adolescentes através dos projetos sociais, escolhidos entre talentos presentes nos bairros da cidade. Esta é uma grande oportunidade que o público tem de prestigiar e incentivar estes grandes talentos de Luís Eduardo Magalhães. A valorização do artista é algo muito prezado pela Class.

E essa valorização reflete na felicidade e no amor que é emanado pelos dançarinos e dançarinas da escola. É possível perceber sem muito esforço que a Class não é apenas uma escola de dança. O espetáculo de fim de ano é o ponto alto da emoção de tantos alunos que amam aquilo que fazem e sentem muito orgulho de si mesmos e de toda a equipe. E nós sabemos que, quando algo é feito com amor e por amor, nada pode dar errado. Prova disso são as palavras do corpo de baile.

Samara Dal Lago é aluna da Class e está participando dos espetáculos anuais pela quarta vez. Nesta edição, ela dará vida ao leão sem coragem e se apresentará com números de Ballet, Jazz e Moderno. Para ela, todo o esforço vale a pena e o espetáculo é a prova maior de que o que se faz com amor jamais dará errado. “É extremamente gratificante participar de um evento tão grandioso, principalmente aqui na nossa cidade, que ainda é tão carente nesse âmbito artístico. Nós ensaiamos durante o ano inteiro, durante vários dias e noites e até nos finais de semana para apresentar nossa arte, que vai muito além da dança. Ela trabalha o nosso movimento, musicalidade, consciência corporal e principalmente nos permite conhecer os nossos melhores amigos. Aqui dentro criamos uma família e é no dia do espetáculo que podemos mostrar toda a nossa paixão, toda a nossa história. Nesse dia não existem pés calejados e nem pernas e braços cansados. É o momento que a gente sente e desperta o sentimento da plateia, sem dizer uma palavra, fazendo apenas o que a gente mais ama fazer: dançar com nosso corpo, com nossa mente e com nossa alma. É nesse dia que a gente percebe que todo esforço valeu a pena”, disse.

E para Amanda Resende, que também participa dos espetáculos da Class há 4 anos, o sentimento é de felicidade e gratidão. Ela estará presente em coreografias de ballet clássico, ballet moderno e jazz e nesta edição, interpretará Dorothy. “Em todos os anos eu fico ansiosa para dar vida às minhas personagens. São 9 meses de ensaio e quando você olha as danças, a parte teatral e o figurino prontos, a ansiedade aumenta mais ainda. Fico muito grata por poder participar, pois o espetáculo vai muito além da noite da apresentação. No pré espetáculo tem toda a parte da montagem, que envolve todos os alunos; e o pós espetáculo é a parte do reconhecimento do público, tudo isso é muito gratificante”, conta Amanda.

Dois dos dançarinos que participam do projeto social também estarão presentes no espetáculo, assim como todos os outros alunos. Zaqueu Irigueiro interpretará o Homem de Lata, e estará presente nas danças de Hip Hop e Jazz. Para ele, a dança é um exercício de amor. “É uma sensação muito boa. No grande dia, você percebe que tudo aquilo é surreal e que certamente não há outro lugar onde eu queira estar. Isso tudo representa o amor e a união entre pessoas com o mesmo propósito. Fazemos com o coração aquilo que amamos: dançar”, disse.

Julio Lima será o Espantalho no espetáculo deste ano e estará presente nas danças Jazz e Street. Para ele, os alunos estão lá não apenas para dançar, mas para expressar o que sentem. “Sentimos muita emoção no grande dia. Todos da Class são companheiros, e é isso que me motiva mais ainda a querer dançar”, conta ele.

Carla Brunetta, idealizadora e também professora de dança da Class, sempre direciona os alunos com muito amor. Para ela, a expectativa é gigante. “Estamos com muitas expectativas positivas, com tudo pronto e preparado com muito amor e carinho. Deixamos aqui o nosso convite a todos para prestigiarem nossos artistas. Quem for nos assistir, verá nossa arte e ouvirão também nossos corações”, encerra.

Nas edições anteriores, a Class bateu recorde de público, e em 2018, não será diferente. Então se você ainda não garantiu seu ingresso, corra até a escola de dança e compre o seu. Não é todo dia que vemos um espetáculo artístico tão intenso e plural como o da Class, então, é uma oportunidade e tanto de apoiar os artistas de nossa cidade.

Uma agência incomum de comunicação integrada.