Cursos de engenharias pela Faculdade Pitágoras em LEM

By  |  0 Comments

Em breve Luís Eduardo Magalhães terá uma faculdade presencial com os cursos de Engenharia Civil, Elétrica e Mecânica para suprir a crescente necessidade desses profissionais na região. Durante os dias 09 a 12 de fevereiro uma equipe do INEP/MEC esteve na cidade para avaliar corpo docente, projeto pedagógico e infraestrutura da Faculdade para credenciar a instituição no sistema do MEC. Essa é a última etapa para a faculdade iniciar suas atividades.

O INEP/MEC já autorizou os cursos de Engenharia Elétrica e Engenharia Mecânica, ambos com nota 4, conceito equivalente a MUITO BOM. O próximo e último passo é aguardar a publicação da portaria dos cursos e da instituição para que as inscrições do vestibular possam ser abertas. O diretor da Faculdade Pitágoras em LEM, Kleber Fernandez, estima que as aulas iniciem já no próximo semestre. “Assim que o MEC publicar a portaria da instituição e dos cursos terá início o vestibular, com 50 vagas para o curso de Engenharia Elétrica e 50 para Engenharia Mecânica. Já estamos com tudo pronto, somente aguardando essa publicação”.  A Faculdade Pitágoras é oriunda da Rede Pitágoras, que é referência nacional em educação básica, e integra o grupo Kroton Educacional, a maior e mais sólida organização de ensino privado do Brasil, com mais de 45 anos de história e 400 mil alunos de ensino superior. A primeira unidade da faculdade foi em Belo Horizonte, no ano de 2000, e hoje já são 22 unidades espalhadas pelo Brasil.

A unidade da Pitágoras/LEM vai funcionar no Polo Educacional do Grupo de Assessoria e Consultoria Educacional Aplicada – GACEA, instituição que também coordena o polo da Unopar. Além das salas de aulas espaçosas e climatizadas, o prédio também possui 05 laboratórios implantados especialmente para os cursos de engenharia. São dois laboratórios de informática, um de química, um de física e outro de desenho técnico, todos com capacidade para até 25 alunos.

De acordo com Fernandez o polo Pitágoras/LEM faz parte da meta de vinte novas unidades da Faculdade até o final do ano de 2015. “De acordo com dados, como do IBGE, foi possível analisar a cidade e o desenvolvimento econômico de Luís Eduardo Magalhães. Por conta da natureza das atividades industriais e da agroindústria da região, percebemos que há a necessidade crescente, a curto e médio prazo, de engenheiros capacitados para trabalhar nestes setores. Junto a isso, soma-se a parceria já consolidada do Gacea com a Kroton, grupo do qual a marca Pitágoras faz parte. Assim, deu-se início ao processo de implantação da faculdade na cidade. O próximo passo agora é aguardar a divulgação do ato de autorização do curso através da portaria de publicação do governo”.

Uma agência incomum de comunicação integrada.