De mudança: 9 dicas para mudar de casa sem dor de cabeça

By  |  0 Comments

Eu sou perita no assunto e ai de quem discordar. Em pouco mais de dois anos estou morando na quarta casa diferente, e isso, meus amigos, me dá uma certa confiança para dizer que mudança é uma das coisas que mais cansam no mundo. Parece que nunca acaba, e quanto mais você enrola, mais cansativo fica. Já foram muitas colunas doloridas, joelhos machucados e nervos ciáticos desafiados nesses 2 anos.

Acabei de fazer a minha quarta mudança e essa foi um pouco (um pouquinho só mesmo) menos cansativa, porque me atentei a pequenos detalhes que me ajudaram e muito no momento de organizar a casa nova. E hoje a minha missão é descomplicar a vida de vocês, meros mortais que estão cansados de ter dor de cabeça na hora de fazer aquela mudança marota. Se liga nas dicas:

  • Se programe

Jovem, se essa é a sua primeira mudança, senta e me ouve: se programe. Principalmente aqui na Bahia, onde eu percebi uma mudança imensa nos padrões de moradia, nem tudo acontece de uma vez.

Programe-se para limpar a casa nova de cima a baixo, para pedir a ligação da energia, para fazer uma vistoria no imóvel, para comprar itens necessários (por exemplo, as casas na Bahia não são repassadas com pia), para o dia de levar os móveis, para tudo. Depois não vá me dizer que não avisei.

  • Destralhe

O momento de encaixotar as coisas da casa antiga é um dos melhores para fazer aquela limpa em diversos setores da sua casa. Já separando e jogando fora ou doando as coisas que já não te servem mais, será menor o quantidade do que terá de ser organizado na casa nova.

  • Separe os itens por cômodos

Na minha segunda mudança eu não fiz isso, e quis morrer quando percebi que não ia conseguir arrumar tudo em menos de uma semana. Separe as caixas e vá escrevendo nelas o cômodo de destino. É muito triste levar uma caixa para organizar o quarto e ver que na verdade nela haviam copos e panelas.

  • Mala de sobrevivência

Pode ser que você chegue muito cansado na casa nova e não tenha a mínima coragem para organizar uma folha de papel no lugar. E convenhamos que abrir as malas e as caixas de roupas não será menos dolorido nesse momento. Uma dica: separe uma pequena mala com itens de higiene e duas trocas de roupa (incluindo pijama) para passar a noite e, quem sabe, já ir trabalhar no outro dia. Sua coluna cansada agradece.

  • Fotos e mais fotos

Tire aquela famigerada foto dos móveis e eletrodomésticos que você vai precisar remontar ou religar na casa nova. Montar um guarda roupas sem ter ideia de onde vai cada peça não é fácil, vai por mim. Da última vez que eu me mudei e esqueci de fotografar como meu guarda roupa era, passei 5 horas sofrendo pra remonta-lo.

  • Os últimos serão os primeiros

Lembre-se de que as primeiras caixas que você colocar no caminhão serão as últimas a serem retiradas. Então cuidado com a ordem de transporte daquilo que você geralmente precisa usar muito.

  • Utilize tapetes, edredons, lençóis, cordas, tudo o que ajude a segurar essa barra que é gostar de mudar

Na hora de levar móveis, não deixe que eles viajem se esfregando um no outro. Isso pode fazer com certos móveis ou eletros percam a tinta, o revestimento, etc. Para isso, eu costumo usar aqueles tapetes de E.V.A, que as crianças brincam. Não deixa marca e protege de riscos. Mas é claro, dá para usar tapetes e lençóis para isso também.

  • Tenha sempre em mãos uma caixa de ferramentas

Não se sabe em qual momento da sua mudança você vai precisar de uma chave de fenda para apertar ou desapertar algum parafuso. E acredito, essas oportunidades surgem nos momentos mais inusitados que você possa imaginar.

  • Tenha coragem

Acredite, dá pra economizar um bom dinheiro organizando tudo sozinho. O segredo é se preparar e fazer tudo com calma. Afinal, meus amigos, dinheiro não dá em árvore, não é mesmo?

Eu espero que estas dicas sejam úteis e que você não precise ficar como eu estou agora: deitada com as costas cheias de emplasto de salompas. Porque o rostinho é de 19, mas a coluna é de 94. Mas uma coisa é certa: não tem nada mais gostoso que começar a vida em um lugar novo, mesmo que seja na mesma cidade.

Boa mudança para você! Espero parar de me mudar em breve!

Tenho 25 anos, sou jornalista, mas bem poderia ser qualquer outra coisa, devido à minha necessidade de aprender. Escrevo, fotografo e sorrio. Acho que é assim que se vive, não é?