AU PAIR nos EUA: Entrevista com a Cris Hendges

Vocês já puderam conhecer um pouquinho sobre o programa de Au Pair e a super promoção que a World Study está oferecendo para os leitores do Blog da Immagine nesse post AQUI. Agora, vamos conhecer o relato de alguém que vocês, provavelmente, conhecem: a Cristiane Hendges Tosta, uma das sócias do SPA! Ela trabalhou como Au Pair nos EUA com 21 anos e conta um pouquinho da sua experiência para inspirar vocês. Confira a entrevista exclusiva para o nosso blog.

Immagine: Por que você decidiu entrar em um programa de Au Pair? Qual era sua idade na época?

Cris: Desde os meus 15 anos sonhava em fazer intercâmbio nos EUA, mas os programas que eu conhecia não se encaixavam no meu orçamento.  Com 21 anos, já na faculdade (cursei Relações Internacionais), conheci o programa de Au Pair através de indicação de uma amiga e busquei mais informações na internet. Na mesma semana procurei uma agência de Goiânia (onde eu morava na época) que comercializava esse programa e me certifiquei de que meu sonho estava prestes a se concretizar! Meu inglês era intermediário e eu sabia que iria valer a pena interromper um ano de faculdade para ter a experiência de morar nos EUA e aprender de vez a me comunicar na língua inglesa, imprescindível para minha formação.

Fiquei encantada com o programa Au Pair, pois além de ser financeiramente super acessível, ele me daria a oportunidade de morar durante 01 ano com uma família americana, vivenciar a cultura e a rotina deles e trabalhar cuidando das crianças da casa. Isso me deixou muito entusiasmada, pois na época eu já adorava crianças e me ajudava muito o trabalho ser remunerado.


Immagine: Para qual estado americano você foi? Como era a família com a qual você morou?

Cris: Primeiro fui para a casa de uma família com três crianças na Carolina do Sul. Fiquei três meses com eles e foi muito bacana! A menina mais velha tinha 7 anos e me ajudava com o meu inglês.  O filho menor tinha um problema de saúde e a família teve que se mudar e realizar tratamento. Nessa ocasião, de troca de família, tive todo o suporte da minha agência (lá nos EUA mesmo) para a mudança. Então fui morar com uma família de Santa Rosa, na Califórnia, que tinha uma linda menina de 2 anos. Amei estar com as duas famílias, mas com certeza me apeguei muito à segunda família, com a qual tenho contato até hoje!


Immagine: Como foi chegar lá, morar na casa de outra pessoa, cuidar das crianças e falar inglês?

Cris: Chegar lá foi incrível! Fiquei, junto com as outras au pairs, dois dias em Nova York fazendo treinamento e turismo (tudo incluso no mísero valor que eu paguei pelo programa!). A agência providenciou TUDO e por fim nos levou até o aeroporto para, enfim, pegar o destino das famílias. Fui muito bem recebida desde o primeiro momento. A experiência de morar com eles foi muito tranquila para mim e as famílias tratam muito bem as Au Pairs… é um intercâmbio cultural mesmo! Cuidar das crianças era uma responsabilidade bacana também. É preciso explicar que funciona como um trabalho normal, com horários e funções determinadas, mas como eu gostava muito daquelas crianças e de cuidar delas foi uma experiência ótima. Meu inglês foi melhorando muito com esse dia a dia. Por incrível que pareça as histórias e músicas infantis ajudaram nesse processo!

Immagine: O que foi mais legal nessa experiência?

Cris: Tudo! Tive a oportunidade de conhecer outros lugares e cidades famosas, fazer um curso de 1 mês em uma universidade, estudar inglês gratuitamente, conhecer realmente as 4 estações do ano como vemos nos livros, com as lindas árvores do outono e esquinar na neve do inverno.

Immagine: Que aprendizado da época de au pair você levou pra sua vida profissional?

Cris: Principalmente a fluência na língua inglesa e os conhecimentos sobre a cultura de outro país.

 Immagine: Enfim, nos conta mais como foi a experiência e pq vc indica para outras pessoas?

Cris: Super indico pois realmente é uma experiência maravilhosa! Eu tive a sorte de conviver com famílias maravilhosas, que me trataram super bem e as crianças eram adoráveis. Durante toda minha estadia nos EUA meus pais não precisaram mandar dinheiro, eu tinha minha própria graninha para me divertir, fazer compras, etc.

Em todas as cidades que visitei eu conhecia outras au pairs. Minhas melhores amigas eram brasileiras também, mas eu tinha amigas au pairs do mundo inteiro.

 

Animou? Então aproveite a Promoção exclusiva com o Blog da Immagine

Todas as pessoas que entrarem em contato com a World Study usando o código IMMAGINE ganharão 50 dólares de desconto no valor do programa!

Telefone: 77 9944.4540

Email: lem@worldstudy.com.br

Endereço: Rua Valdemar Klein, 159, 2º andar, sala 02, Jardim Imperial, LEM

Eles também mantem uma fanpage atualizada sempre com inspirações e promoções. É só clicar AQUI e curtir!