A Bela e a Fera, o espetáculo mágico que emocionou mil pessoas em LEM

By  |  0 Comments

Uma noite de pura magia!

Mais uma vez, a Class Escola de Dança encantou e emocionou um público de mil pessoas na noite do último sábado, 28 de outubro. O evento, que aconteceu no Quatro Estações Hall, é o terceiro espetáculo de ballet conduzido com maestria pela bailarina, professora e empresária Carla Brunetta Ferrari. Nos anos anteriores os bailarinos da Class apresentaram os espetáculos Frozen (2015) e Alice no País das Maravilhas (2016). Nesta edição, o tema escolhido foi A Bela e a Fera, uma das mais bonitas histórias de amor do mundo“A Bela é a princesa favorita de todas as meninas, porque ela não vê a beleza externa e sim a beleza do coração. É uma história muito bonita que fala da beleza interior em um mundo cheio de ambição, onde o externo é mais valorizado. É uma mensagem muito bonita e dar vida à ela foi um desafio maravilhoso com nossa equipe e bailarinos. Estou muito orgulhosa do resultado final”, afirmou Carla.

E uma história tão bonita, ganhou intérpretes à altura. A jovem e talentosa bailaria Amanda Resende foi a Bela e a interpretou com tanto amor e desenvoltura, que a cada movimento a plateia pôde sentir a delicadeza e inocência da personagem. Com apenas 15 anos, Amanda revelou que a Bela foi um dos maiores desafios da sua trajetória no ballet. “Foi um grande desafio, que exigiu muita pesquisa e preparação. A Bela é uma princesa, que mostrou o amor pra Fera, e mostrar isso no palco foi minha missão. Foram 9 meses de extrema dedicação para esse espetáculo e ainda não sei descrever a sensação de ter interpretado a Bela”. Já o príncipe, que na história foi amaldiçoado por ser muito egoísta e transformado em uma fera, foi interpretado por Carlos Junior Doerner. “Foi mesmo um grande desafio! Este personagem tinha uma grande exigência cênica, de interpretação, pois ele começa com um sentimento e termina com outro”.

Com cerca de 200 bailarinos, de 03 a 58 anos, o espetáculo foi um verdadeiro show de magia. Os detalhes do figurino, a atuação de todos os bailarinos e todo o maravilhoso cenário construído conseguiram tornar real a experiência de viver A Bela e a Fera. Crianças e até adultos se emocionaram nas cenas em que o pai da Bela é capturado pela Fera e, também, quando a Fera é encurralada pelos caçadores. Em 2 atos e 27 cenas, o público pode apreciar belíssimas apresentações nas modalidades ballet clássico, dança teatro, jazz, moderno, neo-clássico e steet dance. “Pense numa realização! Primeiro espetáculo da vida. A Bela e A Fera 2017! Muito orgulho”, afirmou nas suas redes sociais o bailarino Felipe Machado. Um capítulo à parte, inclusive, é a turma de street dance da Class. Formada por alunos que integram um dos projetos sociais da escola, a execução dos movimentos, energia e sincronicidade dos bailarinos foi encantadora.

O espetáculo, do início ao fim, foi uma verdadeira e valorosa experiência cultural. Desde a entrada, com o cenário da história montado estrategicamente para fotos, passando pela organização das cadeiras numeradas e espaçosas entre si, até o grand finale, com todos os bailarinos no palco exalando energia e alegria em cada sorriso e em cada lágrima. Não foram somente os bailarinos que se emocionaram. Centenas de pais e familiares seguravam as lágrimas ao ver suas filhas, filhos, esposas e amigos dançando. A dança é uma arte que ensina muito além de movimentos. É uma lição de vida sobre amor, disciplina e perseverança. “O espetáculo da Class Escola de Dança foi sensacional! Equipe Class, obrigada por esses momentos e por tudo que ensinam à minha filha”, agradeceu publicamente a mãe Emmanuelle Mariussi, emocionando-se com a apresentação da filha no palco.

A Diretora Geral do Espetáculo e proprietária da Class Escola de Dança, Carla Brunetta Ferrari, era só gratidão. “Toda a produção do espetáculo levou 9 meses para chegar neste dia. Os ensaios começaram em fevereiro. São meses de preparação e muita dedicação de cada um. Agradeço primeiramente a Deus, a minha família, em especial aos meus pais, minhas irmãs, meu esposo e minha filha, meus amigos e, em especial, aos meus amigos de trabalho, pais e alunos pela confiança e pelo carinho. Agradeço também ao público que veio prestigiar nossa arte. Quem veio ver nossa dança, ouve também os nossos corações. E agradeço principalmente aos nossos alunos, que deram vida à esse sonho! Quando dançamos com o coração, conseguimos transmitir a paixão que está na alma de quem dança”.

 

Luís Eduardo Magalhães se enriquece culturalmente com a colaboração de eventos como este, realizado pela Class, através de todo cuidado e planejamento da Carla. O Espetáculo foi lindo e toda a equipe de produção e os bailarinos estão de parabéns!

 

 

Uma agência incomum de comunicação integrada.